• Gestão,  Produtividade

    Tomada de Decisão – um processo pontual e sistêmico

    Durante milênios o homem se guia pela interpretação de coisas como vísceras de animais (Exemplo: os Vikings), fumaças (Exemplo: Índios no Estados Unidos e sonhos (atemporal) para tomar decisões. Por gerações e gerações de chineses seguem a sabedoria poética e as adivinhação do I Ching. No século VI a.C. Lao Tsé prega o princípio da “ação sem intenção”, para que as coisas sigam seu curso natural. Confúcio explica que toda decisão deve ser influenciada pela benevolência, ritual, a reciprocidade e a piedade final. Ainda os chineses um livro de fundamental leitura ao líder e ou gestor é A Arte da Guerra, de Sun Tzu. Neste livro o autor concluí que…

  • Inteligência Competitiva
    Gestão,  Mundo,  Produtividade,  Sem categoria

    Inteligência Competitiva e o momento atual

    Inteligência é lidar com recursos escassos, adversidades e com criatividade buscar resultados, alcançar objetivos e metas propostas quando estes recursos eram abundantes, num cenário “céu de brigadeiro”. Inteligência competitiva é se antecipar aos recursos escassos e adversidades por meio de informações estratégicas, um planejamento estratégico, uma política de inovação constante e perenizada na cultura organizacional da organização e disseminada na sua gestão tática, operacional; sua estrutura decisória construindo e contribuindo cenários favoráveis ao seu negócio e a comunidade que a cerca. Para tanto é preciso se fazer acessível a informação para quem decide na fonte, forma, conteúdo e momento – “timing da informação”. A Inteligência Competitiva tem sua origem nas…

  • gestao da cultura organizacional
    Gestão,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    Além do Ponto, a Cultura Organizacional

    Quando o Papa Francisco assumiu sua missão sabia que seria um grande desafio, afinal um papa havia renunciado diante deste grande desafio, a Igreja como organização que hora conhecemos, assim como outras organizações correspondia a uma realidade complexa; controlável; previsível; lenta e estável. Hoje a realidade é fora de controle, imprevisível, rápida e instável. Hoje as organizações procuram: consistência, leveza, agilidade, economia, praticidade. Procuram sistemas e pessoas transparentes, com comunicação transparente e verdades coletivas únicas-uma cultura única e consolidada, em que possam tomar como bases para estruturas e estratégias que levem ao propósito existencial da organização. O que o Papa Francisco na sua virtude franciscana fez foi ouvir, refletir e…

  • Gestão,  Mundo,  Produtividade

    Home office: como manter a produtividade e profissionalismo

    Com a pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus, governos adotaram o isolamento social como uma das principais medidas para diminuir a circulação de pessoas nas ruas. Para as empresas não significa interromper suas operações, elas podem funcionar remotamente, a exemplo do trabalho de home office. A tecnologia se torna indispensável no momento atual. Para alguns setores o trabalho remoto já era normal. No entanto, para outros e provavelmente a grande maioria, essa é uma nova realidade. Em especial aqueles setores e negócios onde há muito relacionamento. Preparamos esse artigo recheado de dicas para ajudar sua empresa a alcançar a mesma produtividade e profissionalismo na prática, mantendo a distância física…

  • Gestão,  Mundo,  Produtividade

    COVID-19 na sua empresa: dicas como encarar esse desafio

    Por causa da pandemia do Covid-19, muitas regiões do mundo e até países inteiros se viram obrigados a adotar medidas de quarentena. O isolamento social transformou as relações entre pessoas e negócios, incluindo a sua empresa. Portanto, é imperativo saber o impacto para você e como se adaptar rapidamente ao cenário atual. Nesse artigo, vamos tentar passar dicas em geral para gestores de empresas superarem os desafios dessa crise. Resumo atual da pandemia Mais de 2 bilhões de pessoas no mundo estão confinadas, orientadas por seus governantes que permaneçam em suas casas na tentativa de evitar a proliferação da doença. O número de países afetados pelo novo vírus já ultrapassa 150.…

  • CLT,  Direitos,  Hora extra,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    A compatibilidade de controle de jornada nos serviços externos

    Recentemente, a 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (Goiás), proferiu decisão sedimentando que “a prestação de serviço externo não afasta, por si só, o direito de receber horas extras”. Vale destacar que a dispensa do controle de jornada prevista no inciso I do artigo 62 da CLT, tem como pressuposto a inexistência de compatibilidade com a fixação de horário de trabalho, não apenas simples fato do trabalhador exercer a atividade externa. Nesse sentido, de acordo com a decisão proferida, comprovado que a empresa tem condições de fiscalizar a jornada de trabalho, é direito do trabalhador receber as horas extras mesmo exercendo atividades externas. Nessa linha de…

  • CLT,  Direitos,  Ponto eletrônico,  Ponto online,  Reforma Trabalhista

    O Teletrabalho e a compatibilidade do controle de jornada

    Dentre as alterações promovidas pela Lei 13.467/2017 (Reforma Trabalhista), encontra-se a normatização do “teletrabalho”, cenário que alterou expressivamente o cotidiano trabalhista brasileiro, desafiando profundas mudanças na condução da rotina de empresas e trabalhadores que exercem referido regime de trabalho. A utilização de novas tecnologias vem ampliando demasiadamente as formas das atividades, modificando antigos modelos de relações laborais. Dentre as mudanças, uma das mais sensíveis foi a alteração do artigo 62, III da CLT, que inseriu o “teletrabalhador” como uma das exceções ao regramento acerca do controle de jornada, além de incluir um novo capítulo especialmente destinado a este tipo de trabalhador (artigos 75-A a 75-E da CLT). Nesse sentido, o…

  • CLT,  Direitos,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    Intervalo Intrajornada – Variações nos registros de pontos – Nova decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST)

    O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu recentemente, por maioria, que a redução eventual de até 5 (cinco) minutos no total do intervalo para descanso e alimentação (intervalo intrajornada), não autorizam o recebimento pelo empregado de uma hora extra. Para melhor entendimento, vale destacar que o artigo 71 da CLT estabelece que, nas jornadas acima de seis horas, é obrigatória a concessão de intervalo mínimo de uma hora para repouso e alimentação. O parágrafo 4º do mesmo artigo prescreve a sanção aplicada em caso de descumprimento. Anteriormente, nas hipóteses de não concessão regular do intervalo, o empregador ficava obrigado a remunerar o período correspondente com acréscimo de no mínimo 50%…

  • Direitos,  Hora extra,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    Tempo utilizado por empregados em cursos de treinamento pode ser reconhecido como horas extras

    Recentemente, o Tribunal Superior do Trabalho decidiu que um empregado tem direito ao pagamento das horas extras decorrentes de sua participação em cursos preparatórios realizados pela internet. A decisão levou em conta que se tratava de requisito para futuras promoções e que, portanto, o tempo dispensado pelo empregado para essa finalidade configura tempo à disposição do empregador. Com base em depoimentos de testemunhas, o juízo de primeiro grau e o Tribunal Regional do Trabalho concluíram que a participação nos cursos virtuais, embora exigida para promoções, era facultativa, uma vez que a empresa não controlava o tempo dedicado às aulas e tampouco punia os empregados que não participassem. Por essa razão,…

  • Hora extra,  Ponto eletrônico,  Ponto online,  Riscos Trabalhistas

    O Controle de Jornada e a Assinatura do Empregado

    Recentemente o Tribunal Superior do Trabalho (TST) validou o cartão de ponto de um empregado mesmo sem sua assinatura, sob o fundamento de que a exigência de assinatura de empregado nos controles ou cartão de ponto não está prevista em lei e, por isso, não pode ser invalidado como prova. Nesse sentido, a decisão determinou a apuração efetiva com base nos horários registrados, inclusive nos meses em que os controles não estavam assinados, uma vez que a apresentação dos controles de frequência gera presunção de veracidade da jornada registrada, conforme prevê a Súmula 338, itens I e II, do TST. Cabe, no entanto, àquele que se sentir prejudicado, por qualquer…

Pin It on Pinterest