• Direitos,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    A portaria 373 e os sistemas alternativos de controle de ponto

    Primeiro veio a Portaria 1510 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que regula o registro por meio dos Relógios de Ponto e a obrigatoriedade do ponto eletrônico nas empresas. Porém algumas dúvidas surgiram. Começou então um debate que discutia outros métodos de marcação que não o com ponto eletrônico, métodos alternativos para fazer esse controle. Em 2011, o MTE então publicou a Portaria 373, que regula os métodos alternativos de controle de ponto. Assim, foi possível adotar novas tecnologias, mais avançadas que o antiquado relógio de ponto e muito mais confortável para os trabalhadores usarem diariamente. Para tanto, a portaria 373 adota algumas diretrizes para que o controle possa…

  • Gestão,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    Além do Ponto, a Cultura Organizacional

    Quando o Papa Francisco assumiu sua missão sabia que seria um grande desafio, afinal um papa havia renunciado diante deste grande desafio, a Igreja como organização que hora conhecemos, assim como outras organizações correspondia a uma realidade complexa; controlável; previsível; lenta e estável. Hoje a realidade é fora de controle, imprevisível, rápida e instável. Hoje as organizações procuram: consistência, leveza, agilidade, economia, praticidade. Procuram sistemas e pessoas transparentes, com comunicação transparente e verdades coletivas únicas-uma cultura única e consolidada, em que possam tomar como bases para estruturas e estratégias que levem ao propósito existencial da organização. O que o Papa Francisco na sua virtude franciscana fez foi ouvir, refletir e…

  • Ponto eletrônico

    Controle de ponto online pode gerar economia a partir de R$ 1000 para empresas

    O controle de ponto é uma ferramenta fundamental para as empresas e empregadores. Muito além de atender à legislação trabalhista, o registro de entrada e saída forma um junção de informações importantes para empregados e empregadores. Apesar da sua relevância na organização como um todo, muitas empresas adiam o uso deste sistema ou investem muito para fazer o controle de ponto dos funcionários. A verdade é que a tecnologia mudou isso, auxilia na gestão de pessoas, permite escolher uma forma alternativa e dentro da lei para utilizar o sistema de ponto eletrônico, e ainda é possível economizar! Uma rápida pesquisa pela internet é possível encontrar esses equipamentos eletrônicos de controle…

  • Ponto eletrônico

    As empresas são obrigadas a usar relógios de ponto homologados?

    Relógio de Ponto Homologado e o Alternativo: O que diz a legislação trabalhista? O uso de ponto eletrônico alternativo gera muitas dúvidas aos empresários, principalmente por envolver pontos específicos da legislação trabalhista brasileira. A maior dúvida é se as empresas são obrigadas a usar relógios de ponto homologados. Afinal, pode ou não utilizar um controle de ponto alternativo? A resposta é sim e pode ser encontrada na portaria Nº 373/2011 do Ministério do Trabalho e Emprego. O uso de ponto eletrônico alternativo é permitido desde que ele siga outras indicações. De acordo com a portaria, a adoção do sistema alternativo do controle de ponto só pode acontecer se a convenção…

  • Ponto eletrônico,  Ponto online

    As 5 vantagens de ser um sistema online

    5 benefícios que sua empresa encontra ao optar por sistemas online A internet revolucionou a maneira como trocamos e consumimos informações. Num mundo cada vez mais digital é comum encontrarmos pessoas com smartphones, tablets e computadores, todos sempre conectados de alguma maneira e com algum interesse. A rede mundial é hoje um instrumento necessário para nossas relações. O que antes parecia só diversão, agora é também prestação de serviço, um meio de trabalho, e para confirmarmos isso basta olhar a quantidade de aplicativos que temos a disposição para entreter, informar e auxiliar nas tarefas do cotidiano. A conexão definitivamente quebrou barreiras e transformou positivamente nossa vida! No mundo dos negócios…

  • Gestão,  Ponto eletrônico

    Gestão de funcionários externos e noturno

    Em tempos de novas relações, gestão de funcionários externos e noturnos ganha ferramenta inovadora A gestão de pessoas dentro de uma empresa é fundamental em tempos de novas relações, mais ainda quando falamos em lidar com a gestão de funcionários externos e noturnos. Esse dois grupos de colaboradores são fundamentais para que a empresa funcione, porém é preciso saber direcioná-los bem em diferentes aspectos. Tanto o profissional noturno quanto o externo são colaboradores que trabalham fora da rotina comum de uma empresa, como aquele profissional que precisa estar no ambiente da empresa no horário certo, com regras mais pontuais. A flexibilidade em relação aos profissionais convencionais nem sempre é maior,…

  • Ponto eletrônico

    Controle de ponto é importante independente do número de funcionários

    Empregado e empregador têm direito à informação. Uma relação clara e pontual modifica o desempenho de ambas as partes neste negócio. Isso é o que acontece quando uma microempresa age, dentro de suas possibilidades, como uma grande corporação. Afinal, cabe ao empreendedor se preocupar com mínimos detalhes desde o início desta jornada. Por exemplo, como você faz o controle de ponto na sua empresa? Existem benefícios importantes para ambos quando se coloca na prática deveres e direitos, incluindo detalhes como esse. O controle de ponto é um instrumento importante no mercado de trabalho, e isso independente do setor em que sua empresa atua. Você e seu funcionário precisam seguir algumas…

  • CLT,  Direitos,  Ponto eletrônico,  Ponto online,  Reforma Trabalhista

    O Teletrabalho e a compatibilidade do controle de jornada

    Dentre as alterações promovidas pela Lei 13.467/2017 (Reforma Trabalhista), encontra-se a normatização do “teletrabalho”, cenário que alterou expressivamente o cotidiano trabalhista brasileiro, desafiando profundas mudanças na condução da rotina de empresas e trabalhadores que exercem referido regime de trabalho. A utilização de novas tecnologias vem ampliando demasiadamente as formas das atividades, modificando antigos modelos de relações laborais. Dentre as mudanças, uma das mais sensíveis foi a alteração do artigo 62, III da CLT, que inseriu o “teletrabalhador” como uma das exceções ao regramento acerca do controle de jornada, além de incluir um novo capítulo especialmente destinado a este tipo de trabalhador (artigos 75-A a 75-E da CLT). Nesse sentido, o…

  • Direitos,  Hora extra,  Ponto eletrônico,  Ponto online

    Tempo utilizado por empregados em cursos de treinamento pode ser reconhecido como horas extras

    Recentemente, o Tribunal Superior do Trabalho decidiu que um empregado tem direito ao pagamento das horas extras decorrentes de sua participação em cursos preparatórios realizados pela internet. A decisão levou em conta que se tratava de requisito para futuras promoções e que, portanto, o tempo dispensado pelo empregado para essa finalidade configura tempo à disposição do empregador. Com base em depoimentos de testemunhas, o juízo de primeiro grau e o Tribunal Regional do Trabalho concluíram que a participação nos cursos virtuais, embora exigida para promoções, era facultativa, uma vez que a empresa não controlava o tempo dedicado às aulas e tampouco punia os empregados que não participassem. Por essa razão,…

  • Hora extra,  Ponto eletrônico,  Ponto online,  Riscos Trabalhistas

    O Controle de Jornada e a Assinatura do Empregado

    Recentemente o Tribunal Superior do Trabalho (TST) validou o cartão de ponto de um empregado mesmo sem sua assinatura, sob o fundamento de que a exigência de assinatura de empregado nos controles ou cartão de ponto não está prevista em lei e, por isso, não pode ser invalidado como prova. Nesse sentido, a decisão determinou a apuração efetiva com base nos horários registrados, inclusive nos meses em que os controles não estavam assinados, uma vez que a apresentação dos controles de frequência gera presunção de veracidade da jornada registrada, conforme prevê a Súmula 338, itens I e II, do TST. Cabe, no entanto, àquele que se sentir prejudicado, por qualquer…

Pin It on Pinterest